Descrição do Projeto

Restaurante Albapólvora – Oeiras – Portugal

Ambientação: Arquiteta Vera Maria Franco da Cruz.

Espaço temático situado nas dependências restauradas da antiga “Fábrica da Pólvora da Barcarena”, em Oeiras, próximo à Lisboa, teve seu projeto de ambientação predominantemente definido pelos tons de branco, preto e amarelo, que correspondem às cores dos três elementos com que é feita a pólvora: salitre, carvão e enxofre.

Além do amplo salão para 150 pessoas e terraço externo com mesas para mais 80, o restaurante dispõe de um anexo destinado à drinques e fumoir com charutaria, de onde se pode observar através do vidro ao fundo o sistema propulsor original, constituido de uma canaleta por onde a água corrente fazia girar as rodas d’água que moviam as engrenagens para fábricação da pólvora.

Os serviços do vinho são realizados neste espaço, que tem como destaque visual uma grande adega, constituida por um móvel garrafeiro cujo acesso aos nichos mais elevados é feito através de estribos e alças em latão dourado, fixados nas colunas laterais de alvenaria, servindo de escada.

O detalhe projetado para o apoio das garrafas elimina o usual escaninho, evitando o acúmulo de poeira, permitindo fácil leitura dos rótulos e conferindo ao ambiente um visual mais leve, onde as garrafas parecem flutuar no espaço.