Project Description

Audi Rio Veículos Importados – Botafogo – RJ

A excelente localização na geografia urbana deste terreno anguloso e com dimensões reduzidas, remanescente da área do clube Botafogo Futebol e Regatas, cujo conjunto do edifício sede, árvore e capela foram tombados pelo Patrimônio da União, definiu o partido arquitetônico para o projeto desta concessionária da prestigiada marca alemã de automóveis Audi.

Sua implantação foi assim organizada adequando as necessidades espaciais de um moderno show-room com as imposições de um sítio histórico.

O projeto resultante constitui um exercício de arquitetura que procura conciliar estas duas vertentes.

Inspirado em uma trave de futebol, foi projetado um grande pórtico, que se estende por toda a fachada, tendo porém sua área envidraçada propositadamente afastada dos extremos, onde foram criados dois espaços laterais destinados aos jardins, cujo paisagismo proporciona o envolvimento natural do prédio com a árvore preservada em seu centro.

Para que esta fosse vista em toda a sua extensão, um outro jardim, interno envidraçado, foi projetado em seu entorno, expondo não apenas o caule como também sua frondosa copa, que pode assim ser apreciada do interior do prédio, graças à um grande painel inclinado de vidro no teto.

Este painel constitui o elemento de transição entre os dois pés-direitos da construção, idealizados para permitir o melhor desenvolvimento da árvore : o mais alto à frente, enfatizando a monumentalidade do salão de exposição e o mais baixo atrás, contendo a administração e serviços, em torno do jardim central. O toque de originalidade do projeto é dado pela “vitrine capialçada”, um plano inclinado junto à fachada no extremo da construção, que situa o veículo ali exposto em posição ascendente, lançando-o ao espaço e permitindo sua total visibilidade, sendo imediatamente percebido por quem passa por alí dirigindo.

A iluminação, de autoria do light-designer Peter Gasper, é um show à parte. Valendo-se de recursos cênicos até então inéditos nesta área, ele criou uma atmosfera de estúdio, ora por reflexão indireta, ora valorizando através de foco dirigido os detalhes de acabamento e identificação dos veículos expostos.

Todos os materiais externos foram projetados para não conflitarem com o entorno preservado, resultando um conjunto de imponência discreta, em tons pastéis e transparências que realçam o verde do abundante tratamento paisagístico circunvisinho.